Perguntas Frequentes

Quais são os principais projetos da Mozilla para o ano que vem?

Nosso produto mais conhecido, o navegador Web Firefox, é e continuará sendo nosso principal recurso em nossa busca contínua pelo cumprimento da missão da Mozilla. Além deste, o Firefox para Android, nosso navegador para dispositivos móveis, que já está com avaliação média de 4.5 estrelas no Google Play.

O Firefox OS é o primeiro sistema operacional para dispositivos móveis realmente aberto. O único que mantém os níveis de segurança, privacidade e customização que as pessoas acostumaram a encontrar no Firefox. A Mozilla criou tecnologias e APIs que tornaram a Web uma plataforma rica e acessível para a indústria móvel, e com o apoio de nossos parceiros, o Firefox OS já está à venda em 10 países (em Novembro de 2013), e a Mozilla vai continuar trabalhando para que logo esteja disponível no mundo inteiro.

Com o programa Mozilla Webmaker estamos buscando transformar milhões de pessoas que costumam ser usuários da Web em criadores da Web que farão dela um lugar melhor ainda. O objetivo deste programa é criar um mundo que "pense Web", utilizando ferramentas e programas que estimulem a criatividade de pessoas de qualquer idade.

Como medimos nosso sucesso?

Sucesso, aqui na Mozilla, é a soma entre o quanto melhoramos a Web e o quanto as pessoas aprendem sobre ela. Nos consideramos vitoriosos quando construímos produtos que as pessoas amam, e quando percebemos que algumas empresas estão adotando os padrões e sugestões que nós sugerimos em seus produtos.

Ao contrário de nossos competidores, a Mozilla alcança seu sucesso ao ajudar pessoas a fazerem escolhas sobre quais softwares elas querem usar, e qual nível de exposição elas querem ter online, e ainda, como ajudar a construir uma Internet ainda melhor. Quando percebemos que nossa comunidade de voluntários está crescendo e que nosso navegador se mantém entre os melhores do mercado, sabemos que estamos cumprindo nossos objetivos.

Qual foi a renda total da Mozilla em 2012?

A receita consolidada da Mozilla (Fundação Mozilla e todas as subsidiárias) para 2012 foi de US$311 milhões, um aumento de aproximadamente 90% em relação aos US$163 milhões de 2011.

De onde a Mozilla tira suas receitas?

A maioria da receita da Mozilla vem do recurso de pesquisa disponível no Firefox, pois com ele fechamos alguns contratos com parceiros como Google, Bing, Yahoo, Yandex, Amazon, eBay e alguns outros. Além disso, também sobrevivemos recebendo importantes doações de pessoas e empresas (este número vem aumentando consideravelmente), e com alguns investimentos que fazemos.

Você está procurando parceiros para aumentar suas receitas?

Trabalhamos com diversos parceiros comerciais, mas estamos procurando novas parcerias que sejam boas oportunidades para geração de receitas. Afinal, precisamos continuar criando produtos que ajudem as pessoas à usufruir da riqueza da Internet, e estamos confiantes de que esta forma de trabalho garantirá que temos recursos suficientes para cumprir nossa missão e cuidar dos usuários.

Alguns projetos fundamentais da Fundação Mozilla, como Lightbeam, receberam doações de organizações como a Fundação Ford.

As receitas vindas do Google aumentaram bastante desde 2011. O que aconteceu?

Nossas parceiras para o recurso de pesquisa são feitas com contratos de vários anos. Ao fim de cada contrato, a Mozilla negocia os valores de novo, de acordo com os valores atuais e com previsões para os próximos anos. No final de 2011 a Mozilla negociou um novo contrato com o Google, com base no impacto que o Firefox possui em pesquisas do provedor.

Como a Mozilla investe seu dinheiro?

A Mozilla investe em pessoas e produtos que ajudem a cumprir nossa missão de manter a Web aberta e mantenham o nome da Mozilla no cenário da Internet. Continuamos gastando boa parte de nossas receitas com desenvolvimento de novas tecnologias, e recentemente abrimos um fundo de investimento em novas áreas de mercado. Nos últimos anos, os investimentos da Mozilla foram focados também em áreas como mobilidade e serviços em nuvem. O lançamento do Firefox OS e o foco em melhorias no Firefox para Android são passos importantes para que possamos avançar em nosso objetivo de abrir e manter acessível para todo mundo o mundo móvel também.

Os documentos financeiros da Mozilla (de anos passados) estão todos disponíveis neste site.

Qual é a situação dos contratos de parceria da organização?

Atualmente, possuímos contratos com alguns provedores de pesquisa, que mudam conforme o mercado. Em Dezembro de 2011, anunciamos um novo contrato de três anos com o Google para que eles fossem o provedor de pesquisas padrão no Firefox. Como sempre, existem alguns detalhes do contrato que não podemos publicar, devido à exigência de confidencialidade entre as partes.

Como a Mozilla fará dinheiro com o Firefox OS?

Os primeiros dispositivos com Firefox OS começaram a ser vendidos em Julho de 2013, então, ainda estão em estágio inicial de desenvolvimento e melhorias. A Mozilla, por enquanto, tem seu foco em entregar uma experiência inédita para o usuário e mostrar os benefícios da Web para os desenvolvedores, e não em gerar dinheiro.

Por quê a Mozilla acha que pode competir com os dois gigantes do mercado de smartphones?

Existe uma necessidade muito grande, em mercado emergentes, de smartphones de boa qualidade com preço razoável e sem contratos de fidelidade. Usando tecnologias Web, o Firefox OS e seus aplicativos ficam uma camada mais próximo do hardware, então, precisamos de menos memória RAM e menos CPU para ter uma boa performance. O resultado nada mais é do que uma experiência completa, com tudo que se espera de um smartphone, por um preço aceitável e que vai possibilitar à muitas pessoas ter sem primeiro smartphone.

O Firefox OS foi lançado em 10 mercados e seu crescimento se baseia no maior ecossistema digital que existe: a Web. Acreditamos que a Web seja a melhor plataforma para inovar, conectar, compartilhar e construir o mundo que queremos.

Em quantas operadoras o Firefox OS já está disponível?

A Mozilla já fechou parceria com 18 grandes operadoras do mundo inteiro: América Móvil, China Unicom, Deutsche Telekom, Etisalat, Hutchison Three Group, KDDI, KT, MegaFon, Qtel, SingTel, Smart, Sprint, Telecom Italia Group, Telefónica, Telenor, Telstra, TMN e VimpelCom. Durante Novembro de 2013 aparelhos com Firefox OS estarão disponível para venda através da Telefónica e da Deutsche Telekom em 10 países da América Latina e da Europa.

Quantas fabricantes estão aderindo ao Firefox OS?

Em Novembro de 2013, três modelos diferentes do Firefox OS já estão disponível para venda: ZTE Open, Alcatel One Touch Fire e LG Fireweb. A Huawei também comprometeu-se em criar smartphones com o Firefox OS, bem como a Foxconn já anunciou em Junho de 2013 que pretende lançar uma série de aparelhos com Firefox OS. Esperamos em breve divulgar mais parcerias com outras fabricantes.

Quando estes dispositivos estarão disponível nos Estados Unidos?

O lançamento do Firefox OS nos EUA depende muito de parcerias com fabricantes e operadoras. Estamos procurando estas parcerias com muita vontade, mas ainda não existem datas estipuladas para o fechamento de alguma.

Quais são as projeções de crescimento para 2013?

Ainda não estamos nos preocupando muito com projeções.

A Mozilla tem participado cada vez mais de assuntos políticos. Vocês fazem "lobbying" ?

A Mozilla não faz "lobbying" de maneira alguma. Entretanto, participamos ativamente em assuntos que envolvem o bem-estar da Web e dos usuários.

Sobre assuntos como SOPA/PIPA, CISPA, e atualmente, revelações de vigilância por parte do Governo, a Mozilla tem publicado sua opinião para demonstrar às pessoas porque nossa luta é importante e levantar essa causa para todos. Assim como em vários outros assuntos, acreditamos que educar, ouvir e dialogar com os interessados é a melhor opção para resolver problemas. A Mozilla luta contra ações governamentais ou empresariais para manter a Internet intacta. Nosso grande lançamento, a extensão Lightbeam, tem como objetivo educar e demonstrar às pessoas porque é importante manter a privacidade sobre suas vidas on-line.

Os esforços da Mozilla resultaram no prêmio de "Empresa Mais Confiável da Internet em termos de Privacidade" em 2012, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Ponemon.